VINTE ESTABELECIMENTOS SÃO PARALISADOS POR DESRESPEITO ÀS MEDIDAS ANTICOVID.

Foto: PMPR

Pelotão Caveira 17/08/2021 as 03h20

Espaços lotados, falta de distanciamento e do uso da máscara e estabelecimentos com a suspenção de atividades, mas em funcionamento, forma constatados nas Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifu), realizadas em parceria entre a Prefeitura de Curitiba e o Governo do Estado. Na última semana, 20 dos 67 estabelecimentos vistoriados contrariavam as medidas sanitárias necessárias para evitar o contágio da covid-19.

Da segunda-feira (9/8) até a madrugada do domingo (15/8) a força-tarefa que atua na prevenção e punição de desrespeito à saúde pública percorreu diferentes bairros, a partir de denuncias da população. Vinte estabelecimentos foram paralisados e 22 autos de infração foram lavrados, gerando R$ 685 mil em multas.

Na sexta-feira (13/8), por exemplo, as equipes interditaram e lavraram dois autos de infração em um bar no Santa Quitéria que funcionava como tabacaria, cuja atividade está suspensa no período, e por não controlar o número de pessoas, o que ocasionou aglomeração no local.

Também por não garantirem 1,5 metro de distância entre as pessoas foram interditados e multados um restaurante no Portão, uma tabacaria no Capão Raso (multada também por atividade suspensa), e bares no Batel e São Francisco.

Casa noturna

Flagrantes de desrespeito às medidas sanitárias foram feitos no sábado (14/8) em uma casa noturna no Rebouças, em um bar no Jardim Botânico, uma tabacaria no Tatuquara e em uma distribuidora de bebidas e uma casa noturna no Xaxim.

Ao longo da semana os flagrantes foram feitos em casas noturnas nos bairros São Francisco, Centro, Rebouças e Jardim das Américas, em tabacarias no Uberaba e Alto da XV, em bar no Xaxim e em uma casa de jogos no Cajuru.

Trânsito

Ainda durante as Aifus, agentes de trânsito emitiram 46 autos de infração a condutores nas proximidades dos estabelecimentos fiscalizados. A principal irregularidade constatada, mais uma vez, foi o estacionamento em locais não permitidos. Além disso, os agentes de trânsito flagraram casos de pessoas dirigindo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e, ainda, condutor sob a influência de álcool.

Contágio da covid-19

Desde 5 de janeiro, quando entrou em vigor a Lei 15799, que responsabiliza e pune cidadãos e empresas que cometem ou participam de atos lesivos à saúde pública por risco de contágio da covid-19, as Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifu) vistoriaram 3.926 estabelecimentos, de diferentes áreas do comércio. Destes, 899 foram flagrados descumprindo as medidas sanitárias obrigatórias e acabaram interditados e 1.795 autos de infração foram lavrados para pessoas físicas, empresas e comércios.

O valor total dos autos lavrados é de aproximadamente R$ 2,4 milhões. Todos os cidadãos e empresas autuadas tem direito a se defender em processo administrativo. 

Guarda Municipal

Em ações isoladas (fora das Aifus), a Guarda Municipal já registrou um total de 449 autuações, no valor total de R$ 1.542.452. Desse total, 78 autuações no valor de R$ 475.300 para pessoas jurídicas e 371 autuações no valor de R$ 1.067.152 para pessoas físicas.

Pelotão Caveira ☠️☠️☠️☠️

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s