DOIS AGRESSORES FORAM PRESOS PELA GUARDA MUNICIPAL POR TEREM COMETIDO VIOLÊNCIA CONTRA SUAS COMPANHEIRAS.

Foto: GMA

Pelotão Caveira 29/08/2021 as 05h06



Uma Equipe atendeu um chamado de populares que presenciaram agressão a uma senhora, na Av. Archelau de Almeida Torres, no bairro Cachoeira. No local, a Guarnição se deparou com a vítima bastante machucada, com ferimentos em face e nas pernas. Segundo ela, o homem lhe desferiu socos e chutes e a derrubou no chão, causando os ferimentos.

Como o agressor havia deixado o local, os GMs realizaram patrulhamento na região e acabaram por encontrar o homem, o abordaram e deram voz de prisão.
Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para providências.

A vítima foi atendida no local pelos socirristas do SIATE, porém, houve a necessidade de ser conduzida à UPA para avaliação de profissional médico.

Outro.

Por volta de 23h00, uma Equipe foi solicitada via 153, a atender uma situação de violência contra mulher na rua Marechal Juarez Távora, no Passaúna.
No endereço repassado à Central, populares relataram à Equipe que presenciaram uma briga entre um casal, e que, o homem havia colocado uma faca no pescoço de sua companheira, diante do filho do casal de apenas cinco anos. Segundo as testemunhas, o agressor deu vários socos na vítima e arrancou o menino de seus braços, dizendo o tempo todo que iria matá-la.

Os traseuntes indicaram para onde o agressor teria saido. A Equipe conseguiu encontrar o homem e fez a abordagem, o colocou na viatura com a criança, e foi em busca da mulher.

No caminho, encontraram uma viatura da Polícia Militar que foi atender a mesma situação, e que já estavam com a vítima sob proteção na Sede da Companhia.
Os militares confirmaram as agressões sofridas pela mulher, que teve um dente arrancado pelo seu marido.

Diante do relato do Policiais Militares, a Equipe GM deu voz de prisão ao homem, que resistiu, sendo necessário o uso de força moderada para contê-lo.

O agressor foi conduzido a presença da Autoridade Policial, que lavrou o flagrante baseado na Lei Maria da Penha, sem arbitramento de fiança

Foto e texto: GM Matiak

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s