Armas para caça, animais abatidos e carvoaria ilegal são localizados pela Polícia Ambiental no Interior e na RMC

Os flagrantes de caça ilegal e desmatamento dos policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV) na última sexta-feira (10/09) resultaram em três encaminhamentos (duas prisões e um Termo Circunstanciado), e R$ 27 mil em multas aos detidos. Três espingardas e duas facas foram apreendidas, além de localizados fornos, carvão e lenha de madeira nativa.

As ocorrências foram nas cidades de Loanda e Itaperuçu. No primeiro município, os policiais militares ambientais abordaram uma dupla que estava com duas espingardas, de calibres .32 e .38, além de duas facas, cães de caça e animais silvestres abatidos (porcos-do-mato). Cada detido recebeu multa de R$ 5 mil por porte ilegal de arma de fogo e caça de animal silvestre, com agravante do cateto constar na lista de animais ameaçados de extinção.

Já na outra situação, em Itaperuçu, as equipes da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) e do Serviço Reservado abordaram uma propriedade onde encontraram uma espingarda, de calibre .28, 10m³ de lenha nativa, dois fornos para produção de carvão e 2,52 hectares de desmatamento. O responsável recebeu duas autuações e multa de R$ 17 mil. Ele foi encaminhado para a assinatura do Termo Circunstanciado.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s